08 janeiro 2019

Uma conversa inspiradora e tocante em “O que eu sei de verdade”




Oprah Winfrey, de 64 anos, é jornalista, apresentadora de televisão, atriz, empresária e ativista social. Com o passar dos anos seu trabalho se tornou cada vez mais reconhecido, o que a levou a ganhar prêmios, incluindo inúmeros Emmy por seu programa The Oprah Winfrey Show, considerado o talk show (programa de entrevistas) com maior audiência da TV norte-americana.

No livro “O que eu sei de verdade”, publicado no Brasil em 2014, pela editora Sextante, são selecionadas algumas crônicas escritas por Winfrey, onde a mesma menciona vivências pessoais. Das coisas mais simples até as mais complexas e dolorosas, ela não nos poupa de como enfrentou e lida com os altos e baixos da vida.

Com uma escrita ágil e envolvente, Oprah narra suas experiências, incluindo o leitor no texto -  o que as tornam mais reflexivas. Vale ressaltar que em alguns momentos a autora utiliza o termo “leitora”, mas isso não torna a obra destinada apenas ao público feminino.

O texto parece ter como finalidade alcançar a todos, ao trazer mensagens positivas e reais sobre a vida independente de gênero. E, embora algumas crônicas se encaixem mais com as problemáticas vividas por mulheres, a leitura não deixe de ser relevante para um homem, afinal, pode ser instrumento de empatia para que se discuta a tão enraizada cultura patriarcal presente no mundo e na sociedade, por exemplo.

Winfrey fala com propriedade sobre relacionamentos amorosos, família, amizade, autoestima, medos, fracassos e superação. A sensação é que ela enxerga os leitores como amigos, dos quais se sente confortável para abrir o  coração e alma, para expor muito de sua perspectiva e vida, sem rodeios.

Um dos momentos mais marcantes do livro, sem sombras de dúvidas, é quando a autora menciona os abusos que sofreu na infância. É doloroso presenciar os traumas que estes infelizes acontecimentos desencadearam em sua vida,  porém também é reconfortante presenciar sua superação em relação às dores que carrega consigo. Oprah Winfrey foge dos clichês presentes em livros de temática motivacional, ela fala sobre os dias em que se sente em cacos, das revisitações ao passado, entretanto, também nos mostra como faz para tentar driblá-los e seguir em frente.

“Seja qual for o desafio que você esteja enfrentando, deve lembrar que, embora a tela da sua vida seja pintada por experiências cotidianas, atitudes, reações e emoções, é você quem controla o pincel. Se eu soubesse disso aos 21 anos, poderia ter me poupado de muita mágoa e insegurança. Teria sido uma revelação compreender que somos artistas de nossa própria vida - e que podemos usar quantas cores e pinceladas desejarmos”. Página: 43.

Título: O que eu sei de verdade.
Autor (a):  Oprah Winfrey.
Gênero: Inspiração, desenvolvimento pessoal, motivacional.
Número de páginas: 192.
Ano: 2014 (esta edição).
Editora: Sextante.
Avaliação: 4,5.

Nenhum comentário:

Postar um comentário