"O herói discreto": meu primeiro contato com a literatura de Mario Vargas Llosa


Sem dúvidas, Mario Vargas Llosa é um dos principais representantes da literatura-latino americana ainda vivo nos dias atuais. Isso somado com o fato que ele já recebeu o Prêmio Nobel de Literatura, aumentou minha curiosidade de conhecer o trabalho do autor peruano. "O herói discreto, publicado no ano de 2013, é uma de suas ficções mais recentes, no entanto, nem de longe é considerada sua melhor obra pelos críticos em geral. Você deve estar se perguntando, provavelmente, por qual motivo então eu decidi começar a conhecer Llosa por essa obra e eu te respondo: promoção "livros por 10 reais" na livraria perto da minha casa.

Com uma narrativa fluida, Vargas Llosa nos apresenta duas histórias que são desenvolvidas em paralelo por quase todo o livro. Felícito Yanaqué, protagonista de uma delas, é dono de uma empresa de transportes na cidade de Piura (Peru) e começa a receber cartas anônimas de chantagistas solicitando o pagamento de uma mesada, caso o contrário o empresário teria sérios problemas com essa tal gangue. A partir dessa premissa é desenvolvida a primeira das histórias que, mesmo amparada por inúmeros clichês do gênero, consegue chamar a sua atenção e lhe deixar um pouco curioso para descobrir quem está por trás de toda essa chantagem. Por outro lado, a outra história irá contar como o milionário Ismael Carrera, com idade avançada e problemas de saúde, resolve se casar secretamente com uma mulher muito mais jovem para que não tenha que deixar herança para seus filhos gananciosos. O drama se constrói assim que os filhos descobrem todo o casamento e não irão medir forças até que consigam invalidar o matrimônio.

Apesar de apresentar duas ou três viradas interessantes e quase surpreendentes, no mais, "O herói discreto" se concretiza com uma história previsível e sem marcas memoráveis. No entanto, que fique claro, longe de ser um livro ruim. A maneira de Llosa escrever a história é o ponto principal que te prende durante a leitura, contendo trechos leves e viradas no momento certo. Um dos artifícios utilizados pelo autor é inserir flashbacks no meio de cenas e diálogos importantes, apesar de ficar um pouco perdido no começo (pois, claro, ele não avisa o que é flashback ou não), quando você pega o ritmo de leitura fica tudo muito mais interessante. Não sei se esse artifício é uma marca da escrita do autor e está presente nos outros livros, mas espero que sim pois foi o que mais gostei na literatura de Mario Vargas Llosa. É sensacional quando você percebe que, mesmo não tendo uma história tão interessante assim, o autor com sua técnica de escrita consegue transformar aquilo em uma boa obra de literatura.


Ficha técnica:
Título original: EL HÉROE DISCRETO
Autor: Mario Vargas Llosa
Tradução: Paulina Wacht e Ari Roitman
Capa: Raul Fernandes
Páginas: 344
Formato: 15.00 X 23.40 cm
Peso: 0.516 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 17/09/2013
ISBN: 9788579622588
Selo: Alfaguara


Além disso, percebo que o livro constrói muito bem seus personagens principais, abordando não somente características físicas como também anseios, dúvidas e ideais. Não digo o mesmo para alguns personagens secundários que, em meio tantas reflexões da cabeça dos protagonistas, muitas vezes ficaram subdesenvolvidos. Um exemplo disso é o policial Lituma que, mesmo sendo um personagem reaproveitado de outra obra do mesmo autor, poderia ter um aprofundamento maior. Eu realmente estava interessado em saber mais do personagem. Outro ponto que me incomodou um pouco são páginas gastas para desenvolver trechos da história que não tiveram nada a acrescentar para a trama central, parece que serviram apenas para distrair o leitor a fim de que ele não desvendasse o mistério antes da hora correta. Isso deve ser usado com cautela e moderação.

Sendo assim, concluo que "O herói discreto" é uma obra interessante para se conhecer um pouco da escrita de um dos maiores autores latino-americano. Uma leitura rápida, uma história interessante (mas nem tanto assim), com um fechamento redondo e sem muitas pontas soltas.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem